Tradicional Aranha do Solitario

Aranha Tradicional do Solitario Spider

Milhares e milhares de jogos surgem no mundo gamer todos os anos, e certamente apenas poucos conseguem realmente cativar o público e manter um legião de fã mesmo com o passar dos anos. Em nosso último post, trouxemos um exemplo de jogo que tem feito um tremendo sucesso últimamente e se tornado um queridinho do público brasileiro, o letroca. Neste post, estaremos trazendo um exemplo de jogo que já passou por todos os testes do tempo e sem sombra de dúvidas já se tornou parte de divesas culturas ao redor do mundo. Estamos falando do clássico jogo de cartas solitario spider.

Quando dizemos que o solitário spider realmente já cravou o seu espaço em diversas culturas, não estamos fazendo uma especulção. Este joguinho que milhares e milhares de pessoas ao redor do mundo amam, já existe há provavelmente mais de um século. Ninguém sabe ao certo quando realmente surgiu o solitario spider, mas seus primeiro indícios que temos registrados são de quase 70 anos atrás, no livro ‘The complete book of solitaire and patience games’, algo em português como ‘o livro completo de solitário e jogos de paciência’.

Certamente a sua existência não é tão antiga quanto o solitário tradicional, a qual surgiu provavelmente na idade das trevas, e que supostamente até mesmo Napoleão a jogava em sua prisão na ilha de Elba. Porém, mesmo sendo uma variante mais ‘novinha’ do solitario, toda a sua idade com certeza é uma prova concreta de que a paciência spider é um jogo bastante jogado e apreciado pelo público de gamers em geral.

Se você ainda não conhece o jogo, assita ao gameplay acima.

Mesmo tendo as suas origens um pouco obscuras, é provável que o jogo tenha recebido este nome devido a um outro jogo de solitário que também era popular na época do ‘livro completo de solitário e paciência‘; o solitário Scorpion. Ambos os jogos possuem algumas similaridades, mas ninguém sabe ao certo se realemente este joguinho tão viciante recebeu o seu nome devido a versão Scorpion.

Uma coisa porém é certa, não se escuta mais falar do solitário scorpion, e realmente não é fácil de se encontrar mais o game por aí, muito menos pessoas que o conheçam, saibam as regras e o mais importante, o joguem. É bem provável que talvez o solitario spider tivesse o mesmo destino se não fosse pela força (do destino?!) da Microsoft que o adaptou para os computadores de uso pessoal.

Esta receita do crescimento voraz do uso de computadores pessoais e a presença do solitario spider nos jogos que já vinham no sistema operacional desta máquinas, o Windows, provavelmente fizeram com que o solitario spider virasse um dos jogos de baralho e cartas mais queridinhos, não da atulidade, mas provavelmente da história dos games.

Junte essa popularização dos Pcs com a exploão da internet nas últimas décadas e você tem uma combinação propícia para a crescimento viral deste simplório joguinho de cartas. Se somente o pacote do Windows não fosse suficiente para divulgar este jogo de cartas, milhares de sites espalhados pela internet também o oferecem de forma gratuita (veja: solitariospider.com.ar). Com certeza o ingrediente que faltava para transformar o solitario spider em um jogo clássico que não aparenta dar sinais de que irá de deixar de ser um dos preferidos tanto das gerações mais antigas, quanto daquelas que já cresceram com o mundo digital.